livro-destaque
gratuito

Luz, Câmera e Análise

Estudos de obras cinematográficas

Luz, Câmera e Análise revela-se um livro repleto de excelentes motivos para ser lido, refletido e aplicado em numerosas áreas de conhecimento. Composto de capítulos que iluminam o universo de múltiplas linguagens e as estratégias pelas quais elas produzem sentido, a obra foca - sobretudo, mas não somente - as possibilidades do diálogo profícuo entre sistemas semióticos diversos, quase sempre atualizadas em instigantes exercícios de adaptação, tradução ou estilização. Dos grandes códigos convocados para esse curioso jogo, destacam-se a literatura, a novela televisiva, o cinema, o teatro, o curta de animação, os filmes publicitários, o celular, de cujos recursos expressivos se extraem lições para aplicação no campo do ensino formal e da crítica da cultura, sempre à luz de uma perspectiva, ao mesmo tempo, multidisciplinar, multicultural e contemporânea. O procedimento geral dos capítulos consiste – com mínimas exceções - em caracterizar o texto central a ser examinado, daí elencando os temas de atração para a crítica. Apresenta-se, em seguida, o referencial teórico, invariavelmente bem sintetizado e claro. Em ação posterior, há um “close” para alguns tópicos em especial, típicos recortes com os quais se exemplifica o todo, inclusive por meio de reproduções de extratos de textos imagéticos. Semelhante procedimento concretiza na mente do leitor os temas debatidos ao longo dos capítulos, tornando-os presentes a sua consciência e estimulando a compreensão quase imediata da matéria em questão. Por oportuno, note-se que as análises - embora se valham de sofisticado aparato conceitual - nunca se tornam fim em si mesmas, revelando a preocupação de iluminar aspectos sociais, históricos e ideológicos dos próprios textos e dos respectivos contextos. Do conjunto de análises delineiam-se determinadas constantes que articulam ainda mais os autores numa teia comum. Constante bem explicita é a concepção de linguagem como interação social; linguagem que não apenas representa ou comunica, mas que, de preferência, atua no outro, favorecendo e fomentando ações. A produção de sentidos assenta-se, igualmente, no princípio da interatividade entre os protagonistas da comunicação. A crença inequívoca na centralidade do dialogismo e da intertextualidade em semelhante prática linguística se faz outro tópico digno de destaque assim como a relevância do multiletramento com vistas a desbastar essa floresta densa de signos variados que marcam a interlocução dos dias de hoje. Amplamente destacada, da mesma maneira, nas reflexões dos autores do livro é a noção de texto, abordado como uma unidade de sentido, alicerce do processo de comunicação. Nesse ponto, ficou assente que se deve, cada vez mais, pensar o texto verbal em estrita articulação com os não verbais. No caso da escola, então, esse pensamento é completado com a inserção sistemática e crítica de novas tecnologias no dia a dia dos alunos. Pelo que acima restou assinalado e por mais outro tanto que os leitores haverão de descobrir por conta própria no decorrer da leitura, Luz, Câmera e Análise é daquelas obras que se guardam em lugar especial na estante de livros tamanha será a necessidade de a reler.

João Adalberto Campato Jr.

Nossas publicações

Alternate Text
Smartbook

Mitologia de Marca 2

Ver livro
Alternate Text
E-book
Ebook

Resultados de pesquisas em ensino

Ver livro
Alternate Text
E-book
Ebook

Mídia, Educação e Sexualidade

Ver livro

Ver Blogs

Alternate Text

A mitologia como estratégia de branding

Ver Noticias
Alternate Text

Edital para seleção de artigos

Ver Noticias
Alternate Text

Uma aventura pela cultura brasileira

Ver Noticias