Economia Criativa é tema de nova coletânea

06 mar 2022
Equipe Syntagma | Da Redação

Os pesquisadores Leandro Bessa e Hertz Wendell de Camargo são organizadores do livro “Comunicação e Economia Criativa”. A obra deve reunir diferentes pesquisas sobre os campos que envolvem as relações entre Comunicação e a Economia Criativa, isto é, pesquisas que possuam como corpus capital intelectual a criatividade e a produção simbólico-cultural que movimenta a sociedade e o mercado brasileiros. 

A Economia Criativa, bem como a noção de Economia da Cultura, ancoradas na teoria da dependência de Celso Furtado (O Mito do Desenvolvimento Econômico, 1974; Criatividade e dependência na civilização industrial, 1978) aportam uma visão bastante sofisticada para o desenvolvimento econômico do Brasil, pois considera que é necessário e urgente pensar em outros modos econômicos de produção, circulação e consumo para a vida contemporânea. O debate em torno da Economia Criativa como marco na sociedade pós-industrial (Unctad, 2010; Unesco, 2013) nasce como proposta econômica de valorização do trabalho oriundos das atividades intelectuais e artísticas, em que convergem conhecimento tecnológico, inovação e saberes ligados às culturas locais, nas quais os processos industriais e os modos de produção passam essencialmente pela atividade humana mediante capacidades imaginativas e inventivas.

Por essa via, essa chamada acolhe propostas de trabalhos interessados na criatividade e na cultura como vetores de inovação e desenvolvimento econômico: pesquisas aplicadas que envolvem a migração da arte, da cultura, da moda e outras atividades criativas para o campo dos negócios; economia colaborativa e novos cenários e ambientes de trabalho (crowdfunding, coletivos criativos, coworking, startups); novos mercados e atividades ligadas à economia criativa e novas formas de organização do trabalho; políticas públicas para incentivo das atividades criativas; as transformações do mercado audiovisual e midiático e suas implicações profissionais; gestão e comunicação organizacional com foco na economia criativa; empreendedorismo e lideranças criativas, sobretudo lideranças femininas, negras e de pessoas LBGTQIA+.

 

Quem são os organizadores?

Leandro Bessa é mestre em Comunicação e Sociedade pela UnB, coordena o Grupo Marcas: grupo de pesquisa em comunicação, imagem e cultura das marcas (CNPq) e professor do Mestrado Profissional em Comunicação e Economia Criativa da Universidade Católica de Brasília (UCB).

Hertz Wendell de Camargo é doutor em Estudos da Linguagem pela UEL, cientista da UFPR e professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação da UFPR. Coordenador do grupo ECCOS - Estudos em Comunicação, Consumo e Sociedade (CNPq); e do SinapSense - Laboratório de Inovação em Neurociência do Consumo da UFPR.

 

Como publicar seu capítulo?
Trata-se de uma obra cooperada e apoiada por diferentes pesquisadores. Será publicada pela Syntagma Editores (www.syntagmaeditores.com.br), editora especializada em livros digitais. O livro terá acesso gratuito e democrático, essencial para a disseminação da ciência e para o compartilhamento do conhecimento, que são parte da política da editora.
 
Diretrizes para autores
O resumo do artigo deve conter: título, autoria e resumo com até 250 palavras; informar em nota de rodapé a última titulação do autor (ou autores), vínculo institucional e e-mail. Os artigos completos precisam ter de 12 a 20 páginas, podem conter mais de um autor (manter em nota de rodapé a última titulação, informações sobre os vínculos institucionais e e-mail) e devem abordar assuntos relacionados à temática do livro. O texto deve ser em Times 12, espaço 1,5 justificado, título em corpo 15, centralizado, negrito e em caixa alta e baixa, conter notas de rodapé apenas quando estritamente necessário e os intertítulos não devem ser enumerados. As referências devem conter apenas os autores citados no texto. Encaminhar em arquivo separado um texto com até 250 palavras referente ao currículo de cada autor.

Envie seu resumo para o e-mail: [email protected]

Investimento
Para autores únicos, o valor do investimento é de 2 parcelas de R$175.
Para capítulos com dois autores, para cada um o valor é de 2 parcelas de R$125.
E nos capítulos com três ou mais autores, cada autor investe 2 parcelas de R$100.
 
Prazos importantes
Envio do resumo com título, autoria e até 250 palavras: até 30 de junho de 2022.
Resultado da seleção, cartas de aceite: até dia 13 de julho.
Pagamento da primeira parcela: 20 de julho.
Envio do texto completo: até 15 de agosto.
Publicação: até novembro de 2022.
 

Edital

Ver Blogs

Alternate Text

A mitologia como estratégia de branding

Ver Noticias
Alternate Text

Coletânea reúne pesquisas sobre humor na mídia brasileira

Ver Noticias
Alternate Text

Uma aventura pela cultura brasileira

Ver Noticias