livro-destaque
gratuito

Comunicação, Educação e Tecnologias

Diálogos Possíveis

No primeiro texto “Educação e Segurança Pública: uma perspectiva para cidadania e garantia dos direitos humanos”, é abordado um dos aspectos mais importantes na função do agente de segurança pública e reflete sobre o conceito da garantia de direitos, com destaque para a função de proteção à sociedade, conceito este que os agentes carregam como bandeira norteadora de suas funções. 

No primeiro texto “Educação e Segurança Pública: uma perspectiva para cidadania e garantia dos direitos humanos”, é abordado um dos aspectos mais importantes na função do agente de segurança pública e reflete sobre o conceito da garantia de direitos, com destaque para a função de proteção à sociedade, conceito este que os agentes carregam como bandeira norteadora de suas funções. 

O segundo texto tem como título “Tecnologias e Comunicação a serviço do Policial Militar: tecendo reflexões”, apresenta o papel da comunicação como ferramenta para dinamização do trabalho e, também, facilitadora da operacionalização das ações estratégicas de combate ao crime organizado, às manifestações de violência e também contra outros tipos de crimes que, periodicamente, fazem-se presentes em uma sociedade.

O terceiro capítulo apresenta uma discussão interessante. Sob o título “Educação do campo em tempos de pandemia: inserção de ensino remoto numa comunidade de Assentamento de Reforma Agrária”. Um artigo que ilumina a importância em se pensar a Educação remota numa comunidade de difícil acesso à internet e traz para o centro do debate reflexões sobre o processo de exclusão dessa categoria de estudantes que, durante muitos anos, desde a educação rural, foi considerada como atrasada.

O quarto capítulo, “A céu aberto – desconstrução do romance, do espaço, do tempo e da personagem”, é uma reflexão a partir do romance de João Gilberto Noll, apontando o papel da Literatura na formação humana.
O quinto capítulo, intitulado “O papel do setor de Assessoria de Imprensa para a Polícia Militar: Tecendo Saberes e Prospecções” busca fomentar uma análise reflexiva e discursiva sobre o papel da comunicação democrática como caminho para harmonização de estratégias que gerem soluções nos espaços de trabalho da Polícia Militar.

Segue na ordem, o sexto texto, “O papel da Comunicação e das tecnologias a serviço da Segurança Pública: dinamizando processo de atuação da Polícia Militar”. A perspectiva do debate sobre a interseção entre a comunicação e educação, partindo, ainda, de uma discussão que se faz presente: as novas tecnologias.

O sétimo texto tem como título “Experiências em edição de vídeos didáticos”, um assunto relevante em tempos de pandemia. Como os professores buscam essa adaptação didática e os resultados possíveis.

O oitavo texto: “Atividades físicas e saúde emocional: a importância do preparo físico e psicossocial na atuação do Policial Militar” é altamente intrigante para entendermos os meandros dos profissionais da segurança. Mostra a importância da atividade física para todas as pessoas, mas, em especial, para os policiais.

O nono texto apresenta o lado criativo da relação entre Educação e Comunicação. Intitulado “Comunicação e Educação no submarino amarelo d’Os Beatles”, aborda a cultura pop e sua importância educacional, artística e mitológica onde a narrativa, o ritual, o totem, o tempo, a magia e o arquétipo podem ser vislumbrados por educadores que queiram ter como uma ferramenta musical/fílmica para o ensino e aprendizagem.

O décimo texto tem como título “Os discursos emergentes como as novas fontes do jornalismo televisivo”. É um recorte de uma monografia que mostra que os dispositivos como jornal impresso, rádio e televisão, fizeram e ainda fazem parte de muitos lares como os primeiros meios de comunicação em larga escala.

O capítulo onze com o título de “A Educomunicação como proposta pedagógica para as Escolas Militares: permeando sobre as interfaces mídia e educação”, apresenta uma pesquisa do desenvolvimento de ações voltadas para o estudo e a compreensão do lugar que os meios de comunicação ocupam na sociedade, bem como o acesso e o uso autônomo e livre dos recursos e linguagens da comunicação para a expressão dos indivíduos e grupos sociais.

Por fimm, e não menos importante, temos “Arte e Educação: expressão corporal como ferramenta para consolidação de ecossistema comunicacional”. O texto aborda a vida como uma incessante interação dos indivíduos com os elementos existenciais dos seus cenários de atuação e a comunicação como a interface desses elementos.
Estamos todos curiosos com a leitura!

Nossas publicações

Alternate Text
E-book
Ebook

Identidade, Memória e Subjetividade

Ver livro
Alternate Text
E-book
Ebook

Reflexões sobre Mídia e Consumo

Ver livro
Alternate Text
E-book
Ebook

Cinema em Sala de Aula

Ver livro

Ver Blogs

Alternate Text

A mitologia como estratégia de branding

Ver Noticias
Alternate Text

Edital para seleção de artigos

Ver Noticias
Alternate Text

Uma aventura pela cultura brasileira

Ver Noticias